segunda-feira, 9 de junho de 2008

Privacidade

Cartaz de "Janela Indiscreta", de Alfred Hitchcock

Em tempos de internet, o conceito de privacidade adquire novos contornos. Perfis em sites de relacionamento, blogs, fóruns, o que não falta são lugares onde abrir sua vida para desconhecidos.

Muitas pessoas se incomodam essa exposição. Desconfiam da internet, não querem que ninguém saiba o que se passa em suas vidas, desejam preservar ao máximo a intimidade. O que é perfeitamente compreensível, quando paramos para pensar em tarados, pedófilos, golpistas e psicopatas de todo o gênero.

Mas existe o outro lado, e aviso desde logo que é onde me encontro. É o lado de quem gosta da oportunidade de se expor - o lado exibicionista, para ser mais clara.

Quando entrei no Orkut, em maio de 2004, eu só conhecia uma pessoa lá, o amigo que tinha me convidado. E aquele mundo de estranhos, cheio de possibilidades, pareceu altamente atrativo. Preenchi meu perfil, coloquei fotos, dados, preferências, e, para usar a gíria, "me joguei".

Fui aprendendo a me mostrar sem me comprometer demais, mas permitindo aos outros participar da minha vida. Troquei opiniões, bati boca, dei e recebi apoio, conheci histórias e contei as minhas. Hoje, 4 anos depois, vejo quanta coisa ganhei, quantas pessoas conheci, o quanto aprendi e mudei com tudo isso. E nunca me arrependi.

Abri minha vida de uma forma que jamais imaginava fazer, e em troca recebi amigos, carinho, críticas construtivas, respeito. Esse fim-de-semana, quando assumi oficialmente que estou namorando, foram dezenas de recados de amigos compartilhando da minha alegria.

Expor-se é um risco. Buscar o outro é um risco. "Viver é muito perigoso", já dizia Guimarães Rosa. Mas as recompensas existem, para quem está disposto a se arriscar.

4 comentários:

Flá disse...

E quem não tem Orkut fica sabendo das novidades por aqui mesmo, hheheh.
Felicidades! ;-)

Alessandra Mosquera disse...

Bem, nessas coisas de internet eu acho que já virei macaco véio...

1. Conheci meu futuro marido pela internet
2. Encontrei o canil onde comprei meu cachorro pela internet
3. Fiz uma viagem maravilhosa a Grécia graças a internet (todas as reservas foram feitas por ela, mesmo sem conhecer a agència, fui maluca)

E claro, conheci várias pessoas maravilhosas que considero meus amigos reais e nao virtuais... entre elas vc, Deb! Vc sabe, né?
Um beijo

Magician disse...

Aeeeee!! Parabéns!!! Tudo de bom na sua nova fase! Gostei do post sobre se expor. Estou começando o meu blog agora e em momentos que ainda fico indeciso se escrevo certas coisas ou não... Mas estou gostando...

Bjoss

Luís Carlos disse...

gostaria de te dar parabéns, embora faça pouco tempo que te conheço (o blog) e aproveita, enfim a semana é sugestiva.